Por: Rogerio Campos

Por: Rogerio Campos

Bateria, violino, saxofone, piano etc. Existem vários instrumentos musicais. Seus formatos e sons são dos mais variáveis possíveis. No entanto, pode-se classificá-los considerando a maneira com que eles produzem o som.

A classificação por produção de som é a seguinte:

  • Aerofones: estes instrumentos produzem som através da vibração do ar. Nesta classificação estão os instrumentos de sopro, de maneira geral (flauta, saxofone, tuba, oboé etc);
  • Cordofones: são os instrumentos de cordas (violão, violino, viola etc). Produzem som através da vibração do corpo elástico, no caso, as cordas.
  • Membranofones: são aqueles que produzem som por meio de uma membrana, como tambores por exemplo;
  • Idiofones: os instrumentos que produzem som pelo seu próprio corpo, como o sino, fazem parte deste grupo.

A classificação levando-se em conta a altura do som produzido. Estes, de maneira mais simples, são divididos da seguinte forma:

  • Agudos: são aqueles instrumentos que alcançam notas muito altas, como o violino;
  • Médios: são instrumentos que reproduzem som em uma altura mediana, como o saxofone alto;
  • Graves: são aqueles instrumentos que reproduzem notas em frequências baixas, como o contrabaixo.

Um instrumento musical específico pode possuir divisões em termos de tecitura, como é o caso dos saxofones. Para identifica-los, usa-se uma especificação, como soprano, alto, tenor e barítono.

Finalmente, seguem as divisões por famílias, que são as mais comuns. Também são chamadas de naipes. São elas:

  • Cordas: instrumentos que reproduzem sons por cordas. Nesta família estão o violino, o violoncelo, o violão a harpa e o piano, por exemplo;
  • Percussão: são instrumentos mais rítmicos. Seu som ocorre quando há uma agitação de seu corpo ou batida de sua membrana. Nesta família estão os pratos, o tambor, o tímpano e o xilofone, por exemplo;
  • Madeiras: esta é parte da divisão dos instrumentos de sopro. Nesta família encontra-se a flauta, entre outros instrumentos compostos de madeira;
  • Metais: a segunda parte da divisão dos instrumentos de sopro conta com os instrumentos que são, basicamente, um tubo longo que, de um lado, possuem boquilha de metal e de outro a saída do som. O corpo do instrumento é todo de metal, como o trompete, o trombone e o saxofone.

Como pudemos ver, existem vários instrumentos musicais e algumas divisões utilizadas para agrupá-los. É importante sempre conhecer a historia, procedência e classificação do instrumento para que possa executá-lo sempre melhor.

 

Rogerio Campos é guitarrista com formação superior, bacharel e licenciado em música, além de formações pela EM&T, IG&T e LEM, entre outros. Professor de música a mais de 15 anos, também é autor de métodos de guitarra para escolas de música | rogerio-campos.com | rogercampos@escolavirtualdemusica.com.br

Comentários do Facebook

Comentários

Uma Nova Forma de Aprender Música!

Descubra os conteúdos exclusivos da Escola Virtual de Música. Comece Baixando Grátis os 'Guias Práticos de Primeiros Passos'.

Insira seus dados abaixo para fazer sua inscrição:

Sucesso! Obrigado pelo seu cadastro.

Pin It on Pinterest

Shares
Share This